• Blog

Transparência e integração guiam o desenvolvimento de uma região

Transparência e integração guiam o desenvolvimento de uma região

Empresários do mesmo setor colaborando para o crescimento de todos é algo que acontece em Santa Catarina, pelo menos, desde os anos 80. Pouca gente sabe, mas, o sucesso de muitas empresas de base tecnológicas aqui do Estado se deve também ao trabalho coletivo de empresários da capital que não se sujeitaram pelos rótulos de carreiristas de serviço público, acomodados e "em férias permanente". Eles se uniram por livre iniciativa e iniciaram a construção dos alicerces do pujante setor da tecnologia em meio à mato alto e curiós.

No final do ano passado contribuímos para o planejamento estratégico da ACATE (Associação Catarinense de Empresas de Tecnologia). Eles entenderam que era importante iluminar as verdades da associação para que, com plena consciência do seu propósito, escolhas importantes para o seu futuro sejam feitas. O trabalho foi incrível, (falaremos sobre ele em breve) aprendemos muito e nos sentimos parte colaborativa para o desenvolvimento de todas as empresas associadas.

Continuar lendo

Estamos construindo uma nova economia

Estamos construindo uma nova economia

Envolvido pelo clima reflexivo de final de ano, recordei que há exatos 10 anos escolhi morar na praia, num lugar que me permitisse ter uma relação saudável com a natureza. Na época, não imaginava que me depararia com esse tsunami que invadiu Florianópolis e está transformando a sua paisagem. Uma crowd  heterogênea de empresários da tecnologia, criativos e empreendedores sociais (entre tantos outros) são naturalmente envolvidos numa atmosfera empreendedora. Estamos de frente para uma série gigantesca de conteúdo e iniciativas inspiradoras que ampliam o nosso olhar sobre as relações humanas, principalmente no âmbito econômico.

A Jornada da Autenticidade é o nosso case, mas, trago outros dois momentos muito interessantes que aconteceram aqui em Floripa para contextualizar minha euforia.

Continuar lendo

O mundo prefere empresas sustentáveis

Uma empresa para ser sustentável deve buscar em todas as suas ações e decisões a ecoeficiência, procurando produzir mais e com melhor qualidade, gerando menos poluição e utilizando menos recursos naturais. A empresa que é partidária dos princípios da sustentabilidade deve ainda ser socialmente responsável, assumindo que está imersa num ambiente social em que influi ao mesmo tempo em que sofre influência. A motivação dos líderes empresariais deve ser respaldada numa visão de longo prazo, em que se leve em consideração os custos futuros e não somente os custos presentes (ALMEIDA, 2002).

Nesse sentido, não se deve pensar em sustentabilidade como algo restrito ao meio ambiente. Sustentabilidade e responsabilidade social estão intrinsecamente ligados. Da mesma forma, sustentabilidade empresarial significa entender e agir em resposta a essa nova demanda da sociedade, que é a de que o valor gerado por uma empresa se reflita em benefícios não somente para seus acionistas, mas que tenha também um impacto positivo para o conjunto dos afetados por suas operações, em particular o meio ambiente e a comunidade (seus próprios funcionários e o restante da sociedade), respeitando sua cultura e agindo de forma ética e transparente. Uma empresa sustentável deve estar atenta as suas ações em todas as dimensões do desenvolvimento sustentável: econômica, social e ambiental, contemplando o triple bottom line (People, Planet, Profit).

Continuar lendo

Propósito, Autenticidade e Branding

Um branding eficiente tem potencial para criar conscientização e associações positivas sobre a qualidade percebida em relação à marca, elementos fundamentais para melhorar a imagem de uma empresa, conquistar a fidelidade dos clientes e atribuir-lhe valor. Marcas com essas características são as que sobrevivem nesse mercado cada dia mais competitivo, destacando-se frente à concorrência e proporcionando maior rentabilidade aos investidores.

Para construir um relacionamento forte entre a marca e o consumidor, ela precisa ter um propósito autêntico, único. O propósito é a alma da empresa, a razão de sua existência. É o modo como a empresa pretende contribuir com a humanidade. Uma marca com propósito bem definido tem uma proposta de valor, uma verdadeira diferenciação e, assim, consegue envolver o consumidor em um sentimento de significado maior e de valores partilhados.

Continuar lendo

Autenticidade não é tendência. Está mais para um imperativo

A autenticidade tem se tornado um tema cada vez mais presente nas conversas dentro das organizações. Em algumas delas este é um comportamento natural, que antecipa e redefine parâmetros de atuação, comunicação e imagem. Empresas assim não esperam legislações, crises ou tendências para alinhar sua fala e sua ação ao que acreditam e têm de melhor a oferecer.

Para a maioria das organizações, no entanto, ser autêntico é um comportamento reativo às mudanças que temos passado. Pessoas querem confiar, mas nossos filtros são cada vez melhores. Chegaremos logo a um ponto onde sofisticar o inautêntico não será mais suficiente para manter uma empresa em pé.

Mas como e por que isso está acontecendo?

Continuar lendo